O nosso avô

O Avô, José dos Santos Caré Júnior nasceu, na Ericeira, a 19 de Março de 1924.

Apaixonado pelo mar e pela Ericeira, dedicou a sua vida a este Concelho e em particular a esta Vila da Ericeira.

Durante 5 anos viveu em Lisboa, estudando na Escola Industrial de Machado de Castro, onde concluiu o curso de Mestre de Obras. Mais tarde, com a sua passagem pela tropa, no Regimento de Artilharia 4 em Leiria, tornou-se agente técnico de construção civil, tendo feito projetos para quase todas as localidades do concelho de Mafra, incluindo projetos e desenhos de viveiros de lagostas.

A paixão pela Ericeira levou-o a presidente da Junta de Freguesia da Ericeira  e, mais tarde, foi membro da Comissão Municipal para a Proteção do Património Edificado Tradicional da Ericeira.

As suas intervenções culturais e sociais são evidentes e têm deixado marca na região, seja nas suas participações na antiga Emissora Nacional e na rádio do concelho de Mafra, seja no contributo sempre disponível para ajudar na divulgação desta Vila em diversos jornais nacionais como o Diário de Notícias e o Correio da Manhã e em diversos programas da televisão nacional.

Homem de uma cultura vasta e ecléctica, a sua paixão profunda pelo mar, pelas suas gentes, pela arte da pesca levou-o a publicar vários livros e artigos, participando em vários colóquios relacionados com a sua terra.

Para mostrar as grandes dificuldades que os pescadores tinham para saírem ou entrarem no porto da Ericeira, o Avô cede-nos a vasta coleção de fotografias e “slides” relacionados com o mar que nunca se cansou de exibir  e que agora expomos na Guest House.

A Câmara Municipal de Mafra, em outubro de 2001, agraciou o Avô com a Medalha de Mérito Municipal, Grau Prata, pelo contributo da sua obra em prol da Cultura e História da Ericeira.

É hoje um símbolo, a referência e o exemplo da vontade, querer, esforço, tenacidade e perseverança, colocadas ao serviço da sua terra.

O ERICEIRA SOUL GUEST HOUSE, segue o Avô em cada gesto de vontade, querer e força. E por isso é com o amor pela terra, paixão pelo mar e vontade de partilha, que continuamos a aprender todos os dias com o Avô, e que vivemos cada segundo deste sonho.